OS ESCRIBAS


CIRO INÁCIO MARCONDES escreveu e desenhou mais de 100 gibis entre 1989 e 1996, os “famosos” quadrinhos Bilak. Até 2001 escreveu mais de 30 contos e dois romances. E até 2012, mais de 300 poemas. Nunca nada deste material foi publicado. Um crítico é sempre um artista frustrado? Para tentar provar esta máxima, é também professor universitário nas áreas de Cinema, Literatura, Comunicação e Histórias em Quadrinhos, e passou por faculdades na UnB, IESB, Icesp e UniProjeção. É Mestre em Literatura e Doutor em Comunicação pela UnB, com passagem pela Sorbonne, e já ministrou cursos como “História do Cinema”, “Crítica de cinema e análise fílmica”, “Hitchcock e a ilusão do cinema”, “Cinema e filosofia” e “História dos Quadrinhos” para o Espaço Cult, Centro Cultural Banco do Brasil e Espaço Varanda. Escreveu para publicações como International Scientific Journal of Sapientia University, Eco-Pós, InTexto, Rebeca, Revista da Socine, Cerrados, 7 Faces, Cadernos de Semiótica Aplicada, Esferas, Correio Braziliense e Antílope. Escreve semanalmente a coluna “ZIP – Quadrinhos e Cultura Pop” para o Portal Metropoles. É membro fundador e editor-chefe da Raio Laser, na ativa desde 2011. Quadrinhos são sua mais primeva e indefectível paixão. ciro@raiolaser.net


PEDRO BRANDT é jornalista brasiliense, atuou em cadernos de cultura de diários da capital brasileira por uma década – escrevendo, especialmente, sobre música e histórias em quadrinhos. Desde 2012, trabalha com assessoria de imprensa e coordenação editorial para projetos e eventos culturais. Fundador do selo Discos Além, corresponsável pelo lançamento (até 2017) de três compactos em vinil: Modulares, Little Quail e Plato Divorak. Coautor da biografia (prevista para 2018) Essência interior, sobre o roqueiro Júpiter Maçã. Adicto em quadrinhos desde a infância, se interessa por, além de uma boa trama bem ilustrada, pelas intersecções e possibilidades históricas, geográficas, filosóficas e sociais das histórias em quadrinhos. É membro fundador e editor da Raio Laser. pedro@raiolaser.net


LIMA NETO é um apaixonado por quadrinhos. É professor, doutorando em Comunicação Social, mas se pudesse, só se comunicaria por gibi, por isso insiste em se descrever como Quadrinista e jura que em 2018 vai tirar o itálico. É um dos responsáveis pela loja Kingdom Comics, colocada no mundo há mais de 20 anos atrás pelo Marcos Maciel, e editor da revista Brazilla. Atualmente também trabalha com direção de arte para animação, e tira um I-Ching maroto que aprendeu por causa do livro O Homem do Castelo Alto. lima@raiolaser.net


MÁRCIO PAIXÃO JÚNIOR nasceu em Goiânia, em 1972. Produtor cultural, Mestre em Comunicação pela UnB e doutorando em Arte e Cultura Visual pela UFG, foi sócio-fundador da Monstro Discos, MMarte Produções e Escola Goiana de Desenho Animado. Criou o Goiânia Noise Festival e a TRASH – Mostra Internacional de Cinema Fantástico. Dirigiu O Ogro e Rascunho da Bíblia e produziu Faroeste: um autêntico western, entre outras animações. Editou as revistas Into, Voodoo! e Macaco. Desde 2007 realiza o Dia Internacional da Animação em Goiânia. Lançou, em 2015, o livro COMICZZZT!: Rock e quadrinhos - possibilidades de interface. Em 2017, lança 50, livro produzido pelo Ateliê Tipográfico da Universidade Federal de Goiás, em que divide a autoria com Jaime Brasil. Quadrinista bissexto, é também vocalista da banda Mechanics. mjr@raiolaser.net


MARCOS MACIEL DE ALMEIDA: Criado numa realidade de violência e desesperança, Marcos liderou, com apenas 14 anos, a famigerada gangue do Tufão em Taguatinga-DF, na década de 80. Depois de barbarizar, por vários anos, a noite daquela cidade satélite, foi finalmente apreendido pela polícia e conduzido ao Centro de Apoio Juvenil Especializado (CAJE), local em que conheceu e passou a amar as Histórias em Quadrinhos. Recuperado de sua vida de transgressões e delinquência juvenil, fundou, em 1996, a loja especializada Kingdom Comics, em Brasília. Embora tenha deixado a empresa em 2007, continua acompanhando ativamente a cena quadrinística nacional e internacional, sem previsão de parar. mma@raiolaser.net

POLLYANNA CARVALHO: Diagramadora, roteirista amadora e ilustradora, responsável pelo layout e identidade do Raio Laser. Entusiasta de pesca, automobilismo, tricô, filmes de terror, Medical Detectives e colecionadora de Transformers. polly@raiolaser.net












3 comentários

Anônimo disse... @ 11 de outubro de 2011 17:41

Pessoal! Que blog bom o de vocês!!!! Parabéns! E obrigado pelo link! abs, Francisco.

Raio Laser - CIM disse... @ 17 de novembro de 2011 12:25

De nada! Ficamos felizes em saber que o blog serve pra alguém ou alguma coisa :)

Anônimo disse... @ 11 de março de 2012 14:45

Ola ciro, gostei muito sobre o que vc disse no site cinequanon a respeito terror no cinema, gêneros utilizados em cada filme.
Sou estudante de Rádio e Tv, e estou procurando coisas relacionada a terror no cinema. tipos de linguagem utilizada no cinema. bom se puder me ajudar em relação a isso meu email é: jorgito_som@hotmail.com.br

Postar um comentário

 
Back to Top